fevereiro 21 2018 0comment

Atletas do Instituto Tênis começaram 2018 com boas performances em campeonatos internacionais

Tenistas da entidade marcaram presença no Aberto da Austrália e no Cosat, realizado na Colômbia

Os atletas do Instituto Tênis, João Lucas Reis (17), Igor Gimenez (17) e Matheus Pucinelli (16), participaram de mais um Grand Slam Juvenil, o Australian Open, realizado em Melbourne, no último mês de janeiro.

Os três jovens chegaram ao torneio já entre os Top 50 juvenis do mundo, com uma retrospectiva de excelentes resultados obtidos em 2017 e pontos recém-conquistados no ranking da ATP.

Gimenez foi o que mais se destacou na competição. Venceu o holandês Lodewijk Weststrate e o uzbeque Sergey Fomin, chegando às oitavas de final. Em um duro embate, perdeu para o taiwanês Chun Hsin Tseng, com parciais de 6/2 e 7/6 (5). Pucinelli venceu uma partida, disputada com o colombiano Nicolas Mejia, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (9-7), enquanto Reis perdeu na estreia para o sérvio Marko Miladinovic, vice-campeão do torneio, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (9-11) e 6/3. O título ficou com o norte-americano Sebastian Korda.

Bastante festejada, a participação dos nossos tenistas representou o retorno de atletas brasileiros ao torneio, após dois anos de jejum.

Já a goiana Lorena Cardoso conquistou o título dos 16 anos feminino do circuito Cosat, na Colômbia, também realizado em janeiro de 2018. A atleta do Instituto Tênis, que não perdeu nenhum set no torneio, se sagrou campeã na partida disputada com a sua conterrânea Nalanda Teixeira. A vitória foi por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5.  Para chegar à final, Lorena superou as melhores jogadoras sul-americanas da categoria, como a uruguaia Guilhermina Grant e a colombiana Maria Romero, respectivas 1ª e 7ª do ranking Cosat da categoria 16 anos feminino. Pelo bom desempenho, a tenista ainda garantiu um convite para a chave principal da próxima etapa da competição, em Guayaquil, no Equador.

 

Associe-se ao Instituto Tênis. Juntos, formaremos o nº1.

ESCREVA UM COMENTÁRIO